Como manter sua loja física

A crise econômica mundial atingiu em cheio o varejo: aluguéis mais caros e menor volume de compras. Ter lojas físicas já não parece um bom negócio. Com o sucesso dos e-commerces, as vendas pela internet parecem uma alternativa melhor e mais lucrativa.

No entanto, não é o que indica a especialista no assunto Erika Serow. "As lojas ainda são importantes, e muito", afirma a sócia da Bain & Company e líder de prática de varejo da companhia.

Para combater o argumento da crise, Erika lembra que, se as pessoas não têm dinheiro, também deixam de comprar online. É importante ter um e-commerce porque ele impulsiona as vendas nas lojas físicas, mas, sozinho, não é suficiente.

Veja cinco dicas da especialista para manter sua loja física e ter sucesso:

Torne sua loja um lugar de experiências

"Lojas não devem ser locais apenas para compra, mas também para experiências", afirma Erika. Clientes gostam de ir à loja, ver o que há nela. Quem vai fazer compras em um estabelecimento passa, em média, 54 minutos no local, enquanto quem faz compras em um e-commerce gasta 38 minutos.

Aperfeiçoe seu serviço de entrega

Nem sempre é inteligente ter uma central de onde saem todos os produtos. Se todas as lojas se tornassem pequenos estoques, seria mais fácil, já que estão mais perto do destino final e o custo de entrega é menor.

Dê a opção de o cliente retirar a encomenda na loja

O fato de um cliente fazer uma compra pela internet não necessariamente quer dizer que ele gostaria que o produto chegasse à sua casa. Ofereça a opção para que ele peça pela internet, mas possa retirar na loja.

Trate bem o cliente

Não há nada mais importante do que tratar bem quem vai fazer compras na sua loja. De acordo com Erika, essa é a premissa mais básica de ter um negócio. Se o cliente ficar satisfeito com os serviços, ele comprará não só na loja física, mas também na loja online. Além disso, alguém que está feliz com um estabelecimento acaba por recomendá-lo aos amigos – e essa é a melhor propaganda que uma loja pode ter.

Modernize seu negócio

O "varejo moderno" deve ter mais de um canal. O ideal é ter loja física, e-commerce e plataforma de compra em dispositivos móveis, assim o cliente pode gastar de todas as formas possíveis.