We have limited Portuguese content available. View Portuguese content.

Press release

Setor de energia e recursos naturais espera reduzir emissões em 28% até 2030, aponta Bain

Setor de energia e recursos naturais espera reduzir emissões em 28% até 2030, aponta Bain

Dados da segunda pesquisa anual da Bain & Company com mais de 1.000 executivos da área de energia revelam que a evolução tem acontecido, mas o cenário é mais desafiador que o esperado

  • julho 27, 2022
  • min read

Press release

Setor de energia e recursos naturais espera reduzir emissões em 28% até 2030, aponta Bain

Brasil, julho de 2022 - O setor de energia e recursos naturais passou por um ano turbulento, com aumento da inflação e os desafios contínuos da cadeia de suprimentos. Mesmo diante desse cenário, as empresas do setor continuam avançando na transição energética, revela o segundo relatório anual sobre Energia e Recursos Naturais da Bain & Company. 

A Bain & Company pesquisou mais de 1.000 executivos globais de energia e recursos naturais para entender como a transição de energia e recursos está ocorrendo em tempo real, quais tecnologias e oportunidades eles estão priorizando e os pontos problemáticos envolvidos no alinhamento das demandas tradicionais de seus negócios com novas demandas para operar de forma mais sustentável.

De acordo com o relatório, o setor está passando da ambição para a ação. Embora quase um quarto das despesas de capital em 2021 tenha sido direcionada para mudanças, a consultoria espera que isso cresça para 50% até 2025. 

Algumas percepções levantadas na pesquisa:

  • O setor tem se movimentado com mais agilidade que a legislação;
  • Os executivos veem a descarbonização como uma prioridade máxima e têm expectativas mais altas do que há dois anos: 88% dizem que reduzir as emissões de Escopo 1 e 2 é uma prioridade fundamental para sua empresa;
  • 47% esperam que sua empresa mude significativamente nos próximos 10 anos – acima dos 36% em 2020 e 96% esperam que o setor avance em direção a zero líquido até 2030.
  • Os executivos são mais otimistas em relação a suas próprias companhias que o esperado para o mercado - acreditam que conseguem reduzir as emissões de carbono em 28% até 2030, mas pensam que o mundo não conseguirá alcançar o net zero antes de 2057;
  • Em diversos setores, as empresas têm alocado 23% de seu capital em novos empreendimentos, principalmente para atender à transição energética. Esse número atingia apenas 16% em 2020, o que indica a possibilidade de que essas empresas alcancem o net zero bem antes de 2050;
  • Muitos ainda estão em busca de modelos de negócios para seus novos empreendimentos que possam entregar resultados adequados, atrais novos talentos e fortalecer suas capacidades organizacionais
  • A pesquisa indica que é consenso entre os executivos que, diante desses desafios, a transição será desordenada.

Pesquisa mapeia principais estratégias

A Bain & Company analisou a estratégia e alocação de recursos de 125 das principais empresas de energia e recursos naturais por capitalização de mercado para determinar o quanto suas ações apoiam o que estão dizendo publicamente. Esta pesquisa descobriu que, nos últimos dois anos, essas empresas se tornaram mais ambiciosas em novos mercados e estão alocando recursos para suas metas de baixo carbono.

A pesquisa da Bain mostra que as empresas de serviços públicos ou petróleo e gás estão atualmente buscando pelo menos quatro novas áreas de crescimento. Nas concessionárias, concentra-se principalmente na geração de energia renovável e na exploração de novos negócios em serviços e sistemas distribuídos. As empresas de petróleo e gás estão se concentrando principalmente em energias renováveis, captura de carbono, hidrogênio e combustíveis de baixo carbono. 

As companhias de mineração estão se concentrando nos recursos que o mundo precisa para desenvolver e descarbonizar, e as empresas de produtos químicos estão concentrando investimentos em circularidade e produtos de base biológica. Por fim, o agronegócio direciona investimentos em proteínas alternativas e plataformas digitais para apoiar a rastreabilidade da cadeia de suprimentos de alimentos.

Sobre a Bain & Company

Somos uma consultoria global que auxilia empresas e organizações a promover mudanças que definam o futuro dos negócios. Com 65 escritórios em 40 países, trabalhamos em conjunto com nossos clientes como um único time, com o propósito compartilhado de obter resultados extraordinários, superar a concorrência e redefinir indústrias. Em 2022, a Bain completa 25 anos de atuação na América do Sul, trabalhando fortemente em conjunto com as maiores companhias líderes de seus segmentos. Complementamos nosso conhecimento especializado integrado e personalizado com um ecossistema de inovação digital a fim de entregar os melhores resultados, com maior rapidez e durabilidade.

Com o compromisso de investir mais de US$1 bilhão em serviços “pro bono”, em 10 anos, usamos nosso talento, conhecimento especializado e percepção em prol de organizações que enfrentam atualmente os desafios urgentes relacionados ao desenvolvimento socioeconômico, meio ambiente, equidade racial e justiça social. Recentemente, recebemos a classificação ouro da EcoVadis, plataforma líder em classificações de desempenho ambiental, social e ético para cadeias de suprimentos globais, o que nos coloca entre os 2% melhores de todas as companhias.

Desde nossa fundação em 1973, medimos nosso sucesso pelo de nossos clientes e temos o orgulho de manter o mais alto nível de satisfação em nossa indústria. Saiba mais em www.bain.com.br e em nosso LinkedIn Bain & Company Brasil