We have limited Portuguese content available. View Portuguese content.

Private Equity Report 2018

Fundos de Private Equity movimentam US$ 582 bilhões em 2018

Fundos de Private Equity movimentam US$ 582 bilhões em 2018

Os fundos de private equity tiveram um ano muito bom no volume de investimentos em 2018. Segundo estudo da Bain & Company, o último período de cinco anos foi o de maior movimentação na história da indústria, com US$ 2,5 trilhões em valor de aquisições. A alocação no Brasil e em outros mercados da América Latina foi mais tímida, por causa da instabilidade do cenário político-econômico.

  • fevereiro 28, 2019
  • min read

Private Equity Report 2018

Fundos de Private Equity movimentam US$ 582 bilhões em 2018

Os fundos de private equity novamente tiveram um ano impressionante no volume de investimentos em 2018. Segundo o mais recente estudo da Bain & Company, o último período de cinco anos foi o de maior movimentação na história da indústria, com US$ 2,5 trilhões em valor de aquisições. Os investidores permaneceram altamente entusiasmados e continuaram a inundar o mercado com capital novo.

A concorrência pesada, por sua vez, está levando ao fechamento de negócios com múltiplos a níveis históricos, e a cada vez mais próxima desaceleração econômica nos Estados Unidos está afetando a tomada de decisões. Tais fatores estão aumentando a cautela e levando compradores a fazer due diligences cada vez mais aprofundadas, que envolvem a integração dos setores comercial e operacional para estruturar ofertas criteriosas.

A alocação no Brasil e em outros mercados da América Latina foi mais tímida, por causa da instabilidade do cenário político-econômico. “Quem estava com dinheiro em caixa e com apetite para risco, no entanto, teve acesso a boas oportunidades”, afirma André Castellini, sócio da Bain. Com a janela de IPOs fechada, a saída mais procurada pelas empresas foi a negociação com compradores estratégicos.

No mercado global, a concorrência acirrada e o aumento dos preços dos ativos restringiram o número de transações, e houve uma queda de 13% em 2018. Contudo, as 2.936 operações fechadas em todo o mundo resultaram em um aumento de 10% no valor total de aquisições e alcançaram a cifra de US$ 582 bilhões.

“Gestores e investidores estão se questionando sobre até quando esse período de bonança irá durar”, diz Castellini. Com isso em vista, muitos players brasileiros de credibilidade estão estruturando fundos menores, de forma a atacar apenas os ativos com maior potencial de retorno, contrariando a tendência global de megafundos. Para todos, o caminho é trabalhar de forma muito eficaz e inteligente, para continuar a entregar os resultados dos últimos anos.

Sobre a Bain & Company

Somos uma consultoria global que auxilia empresas e organizações a promover mudanças que definam o futuro dos negócios. Com 61 escritórios em 38 países, trabalhamos em conjunto com nossos clientes, como um único time, com o propósito compartilhado de obter resultados extraordinários, superar a concorrência e redefinir indústrias. Complementamos nosso conhecimento especializado integrado e personalizado com um ecossistema de inovação digital a fim de entregar melhores resultados, com maior rapidez e durabilidade.

Com o compromisso de investir mais de US$1 bilhão em serviços “pro bono”, em 10 anos, usamos nosso talento, conhecimento especializado e percepção em prol de organizações que enfrentam atualmente os desafios urgentes relacionados ao desenvolvimento socioeconômico, meio ambiente, equidade racial e justiça social.

Desde nossa fundação em 1973, medimos nosso sucesso pelo de nossos clientes e temos o orgulho de manter o mais alto nível de satisfação em nossa indústria. Saiba mais em www.bain.com.br e em nosso LinkedIn Bain & Company Brasil